O Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o alemão Thomas Bach voltou a falar na tarde desta quarta-feira sobre a pandemia do novo coronavírus, que tem cancelado diversos eventos esportivos e causado milhares de mortes no mundo inteiro. Depois de garantir outra vez que a Olimpíada segue marcada para a data prevista, dia 24 de julho, o dirigente falou que se reuniu com representantes dos atletas para traçar diretrizes para os próximos meses:

 Disse que teve uma boa reunião, através  vídeo com 220 atletas que estarão na Olimpíada de 2020. Todos eles entendem que ainda tem mais quatro meses pela frente. Afirmou que existem muitas perguntas a serem respondidas sobre as restrições e dificuldades do sistema de classificação

Atletas do mundo inteiro têm se pronunciado oficialmente sobre o não adiamento dos Jogos, casos da campeã olímpica do salto com vara Katerina Stefanidi e da britânica Katarina Johnson-Thompson. As questões são que os atletas não têm lugar para treinar, já que a maioria das piscinas, pistas e centros esportivos dos países da Europa e nos Estados Unidos estão fechados.

O calendário dos torneios pré-olímpicos já está atrasado, uma vez que 42 das 50 modalidades tiveram competições classificatórias para os Jogos adiadas ou canceladas.


Comente