PAULO CELSO BANDEIRA. O ÁRBITRO QUE VIROU CANTOR.

Formado na turma de 1972, Paulo Celso Bandeira apitou futebol durante 17 anos, e foi um dos destaques do quadro da Federação Bahiana de Futebol e da Confederação Brasileira de Futebol.

Foi o responsável pela direção de várias finais de campeonatos baianos, alagoano e sergipano. Foi árbitro em 12 clássicos, Ba x Vi ,e em nenhum teve problema com jogadores ou dirigentes. Foi lançado no quadro de árbitros pelo saudoso radialista Wilson Lago.

Por 8 anos, Paulo Celso fez parte do quadro nacional da CBF, apitou um amistoso internacional entre Bahia x Dinamarca, na Fonte Nova, e Seleção Brasileira de Novos e Catuense, em Alagoinhas.  Ainda jovem, tentou ser goleiro, chegando a figurar como reserva do Vitória, mas acabou se destacando mesmo na arbitragem.

Atualmente, faz shows, cantando em festas de formaturas, casamentos e pode ser visto, também, desfilando a sua bela voz em supermercados de Salvador, vendendo um dos seus CDs, gravados com músicas românticas.

Fonte: www.encimadolance.com.br