Debaixo de muita água, que caiu na noite desta quinta-feira (19) em Salvador, o Vitória venceu o Internacional por 1 a 0, no Barradão, quebrando o jejum de cinco meses sem vencer uma equipe de Série A. O gol foi assinalado aos 35 minutos do segundo tempo, em cobrança perfeita de pênalti, convertida pelo artilheiro Neílton, surpresa da noite, voltando a atuar antes do previsto, recuperado de uma lesão na coxa.

Na disputa de pênaltis, brilhou a estrela do goleiro Caíque. Responsável direto pela derrota do jogo de ida, quando falhou no gol de D’ Alessandro, Caíque, que teve a confiança do técnico Vagner Mancini, defendeu as cobranças de Nico Lopez e de Gabriel Dias. Nickson foi o único que desperdiçou a cobrança pelo lado do Rubro Negro, mas Neílton converteu a quinta cobrança do Vitória, garantindo a classificação para as oitavas de final da competição.

FICHA TÉCNICA
Vitória x Internacional
Copa do Brasil – 4ª fase
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 19/04/2018 (quinta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Pedro Martinelli Christino (PR)
Cartões amarelos: Rhayner e Uilllian Correia (Vitória) ;Patrick, Pottker e D’Alessandro (Internacional)
Gol: Neilton (Vitória)

Vitória: Caíque; Rodrigo Andrade (José Welison), Kanu, Ramon e Juninho; Willian Farias (Nickson), Uillian Correia, Yago (Guilherme Costa) e Rhayner; Neilton e Denílson. Técnico: Vagner Mancini.

Internacional: Marcelo Lomba; Fabiano, Rodrigo Moledo (Klaus), Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias, Patrick, D’Alessandro (Camilo); Nico Lopes e Pottker (Marcinho). Técnico: Odair Hellmann.

OLTAR

 

Resultados dos jogos desta quinta-feira, 19/04:

Libertadores

Racing Club 4 x 0 Vasco

Emelec 0 x 1 River Plate

Universidad de Chile 0 Cruzeiro

Alianza Lima 0 x 2 Junior de Barranquilla

Copa do Brasil

São Paulo 2 x 2 Atlético-PR

 - ATLÉTICO CLASSIFICADO

Vitória 1 x 0 Internacional

 - VITÓRIA CLASSIFICADO (PÊNALTIS: 4 X 3)

Copa do Brasil Sub-20

Jogos de VOLTA

Flamengo – RJ 2 x 2 Vitória – BA

 - FLAMENGO CLASSIFICADO (PÊNALTIS: 4 X 2)

São Paulo – SP 0 Chapecoense – SC

- SÃO PAULO CLASSIFICADO

 

Pré-Copa do Nordeste 2019

Confiança 3 x 3 América-RN

Amapaense

Trem 1 x 0 Macapá

Gaúcho – Acesso

União Fred. 1 x 1 Esportivo

Brasil-Far 1 x 1 Igrejinha

Inglês

Burnley 1 x 2 Chelsea

Leicester 0 x 0 Southampton

Espanhol

Alavés 1 x 2 Girona

Real Sociedad 3 x 0 Atlético Madrid

Betis 1 x 0 Las Palmas

Levante 1 x 0 Málaga


 

A campanha do Cruzeiro na Libertadores até o momento não é boa: apenas dois pontos em nove disputados. A vitória na noite desta quinta-feira, contra a Universidad de Chile, em Santiago, era fundamental, mas o zero insistiu em ficar no placar e complicar a vida celeste.

O Cruzeiro fica na terceira colocação do grupo 5, com dois pontos conquistados. O líder isolado é o Racing, com sete pontos, e a La U está na vice-liderança, com cinco tentos.

A Raposa enfrenta a La U na próxima semana, no Mineirão, pela 4ª rodada e precisará melhorar muito sua campanha para conseguir sonhar em uma classificação sem riscos.


A situação do Vasco na Libertadores ficou complicada nesta quinta-feira após a equipe ser goleada por 4 a 0 pelo Racing-ARG, em Avellaneda. Com o resultado, os argentinos se isolaram na liderança do grupo 5, com sete pontos. Os cruzmaltinos, com apenas um, estão na lanterna. O Vasco até criou algumas chances de gol quando a partida estava empatada. No entanto, os vascaínos sofreram com o ataque argentino, que marcou duas vezes em cada tempo.

Na etapa inicial, Centurión e Lautaro Martínez abriram vantagem para o donos da casa, que ainda desperdiçaram dois pênaltis com Lisandro López em defesas de Martín Silva. No segundo tempo, Zaracho e Lisandro López, na terceira cobrança de penalidade máxima, decretaram a vitória. As duas equipes voltam a se encontrar na próxima quinta-feira, desta vez em São Januário. Para o Vasco, somente a vitória interessa para se manter vivo por uma vaga nas oitavas de final da Libertadores.


O São Paulo, vice-campeão em 2000, viu o sonho de conquistar o inédito título da Copa do Brasil em 2018 acabar durante a noite desta quinta-feira, deixando o Morumbi vaiado. Após abrir 2 a 0 ainda no primeiro tempo, o Tricolor cedeu o empate ao Atlético-PR por 2 a 2 e deixou a classificação escapar de suas mãos, sendo eliminado pelo segundo ano consecutivo na quarta fase da Copa do Brasil.

Com o resultado, o placar agregado do confronto terminou em 3 a 2 para o Furacão, que venceu o jogo de ida por 2 a 1, na Arena da Baixada. Agora, São Paulo foca no Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-Americana, competições que lhe restam na temporada. O seu próximo compromisso será o duelo com o Ceará, neste domingo, às 16 horas (de Brasília), pela segunda rodada da Série A.

Já o Furacão conhecerá seu adversário nas oitavas de final da Copa do Brasil em sorteio a ser realizado na manhã desta sexta-feira, na sede da CBF, no Rio de Janeiro. Entre seus possíveis rivais estão todos os clubes que disputam a Libertadores – Palmeiras, Corinthians, Santos, Grêmio, Vasco, Cruzeiro e Flamengo. Pelo Brasileirão, o clube paranaense volta a campo no domingo, às 19 horas, para enfrentar o Grêmio, em Porto Alegre.


Festa rubro-negra no Barradão. Debaixo de muita chuva, o Vitória foi valente e garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Após a derrota por 2 a 1 no jogo de ida, o Leão venceu o Internacional por 1 a 0, com gol de Neilton, e nos pênaltis eliminou o Colorado por 4 a 3.

A conquista da vaga coroou o goleiro Caíque. Bastante criticado pela torcida desde o início do ano, o arqueiro se redimiu da falha na primeira partida e brilhou ao defender duas cobranças do adversário.

Agora, o Rubro-Negro conhecerá seu adversário na próxima fase nesta sexta-feira (20), em sorteio na sede da CBF.


PARABÉNS, JORGE PELA DATA DO SEU ANIVERSÁRIO. UMA DAS PÉROLAS DO FUTEBOL VALENCIANO.

Jorge Queiróz de Souza nasceu em Valença no dia 19 de abril 1951. Começou no futebol amador em sua cidade natal. Defendeu a equipe do Valença Futebol Clube. Conhecido no mundo do futebol com Jorge Valença. Hoje (19), ele completa 67 anos.

No futebol profissional começou jogando no Palestra Itália em Salvador , depois  Vitória, permanecendo no clube baiano por cinco anos, de 1972 a 1976, até ser contratado pelo América do Rio, onde jogou por dois anos, se destacando e se transferindo para o Atlético Mineiro, em 1979.

No Galo, viveu seus melhores momentos, sagrando-se hexacampeão mineiro. Em 1987, deixou o clube e passou por três outros times antes de se aposentar, em 1989: América Mineiro, Villa Nova e Atlético Paranaense.  Teve a honra de compor a lista dos possíveis convocados para a Seleção Brasileira de 1982. Jorge Valença jogou também  Villa Nova, por causa das dores na coxa esquerda, resolveu pendurar as chuteiras em 1989, no Atlético-PR.

Após encerrar a carreira como jogador profissional, defendeu a equipe do São Cristóvão, equipe do futebol amador em Valença-Bahia.

Como auxiliar técnico no Atlético Mineiro, já auxiliou bons técnicos como Lori Sandri (2006), Levir Culpi (2006/07) e Zetti (2007), também trabalhou na base do Galo mineiro.

Em 2014, assumiu o comando da equipe Sub-20 do Galícia para a disputa do Campeonato Baiano da categoria, fazendo uma ótima campanha e conquistando o 3º lugar da competição e levando o clube soteropolitano a disputar pela primeira vez a Copa São Paulo de Futebol Junior 2015. No segundo semestre do mesmo ano, assumiu a direção do time profissional do Galícia, para a disputa da Copa Governador do Estado da Bahia.

Aposentado, hoje ele trabalha com jovens de 15 a 20 anos no CT Jorge Valença, na Vila Santa Luzia, perto da Toca da Raposa 1. “O trabalho visa recuperar a estima de jogadores que não foram aproveitados no América, Atlético e Cruzeiro. Vários jogadores, depois de um período de treinamento, têm se transferido para clubes de vários pontos do Brasil e do exterior

 

Fonte: Wikipédia.