Foi um feito espetacular! Azarão na final do revezamento 4x200m livre, o jovem time brasileiro surpreendeu os favoritos Rússia, China e Estados Unidos e conquistou a medalha de ouro no Mundial de piscina curta (25m) de Hangzhou, na China, com direito a recorde mundial.

O quarteto formado por Luiz Altamir, Fernando Scheffer, Leonardo Santos e Breno Correia liderou de ponta a ponta e bateu na frente com o tempo de 6m46s81 – mais de dois segundos abaixo do antigo recorde (6m49s04).

A prova foi uma das mais fortes em quatro dias de disputas na China. Além do ouro do Brasil, os outros dois times no pódio também nadaram abaixo do recorde mundial anterior. A Rússia levou a prata (6m46s84) e a China, que contou com o astro multicampeão olímpico Sun Yang, ficou com o bronze (6m47s53).

Fonte: CBDA


Visando proporcionar as crianças e adolescentes das comunidades carentes de nosso município o ingresso na prática esportiva objetivando assim o afastamento das mesmas da vulnerabilidade social, a prefeitura municipal de Valença através da secretaria de esportes e lazer estará lançando no próximo sábado dia 01/12 no centro de cultura, o programa Esporte na comunidade.

Esta primeira etapa de programa atenderá 120 crianças e adolescentes com faixas etárias de 8 a 16 anos moradoras do loteamento por do sol e localidades vizinhas. Oferecendo aulas de Ballet, futsal, futebol de campo, capoeira, Box, handebol, Judô ministrada por professores e profissionais na área esportiva, bem como palestras ministradas por psicólogos para os aluno e responsáveis voltadas para a saúde física e psicológica.

O secretario de esportes e lazer do município de Valença Sr. Ademilton Ferreira disse em entrevista que este projeto só foi possível graças às parcerias realizadas junto a um grupo de empresários da cidade, e que o mesmo será estendido para outras comunidades, pois é de suma importância para que os frutos deste programa sejam alcançados e as comunidades possam alcançar a transformação social, pois esta tem sido uma das grandes preocupações do prefeito Ricardo Moura.

www.Reporterurgente.com.br


Ana Marcela Cunha carimbou o título do Circuito Mundial da Maratona Aquática ao conquistar a medalha de bronze na etapa de Abu Dhabi (10km) disputada nesta sexta-feira nos Emirados Árabes.

Fechando a temporada com 112 pontos, Ana Marcela terminou com 28 à frente de Bruni, que ficou com o vice-campeonato.

Campeã olímpica no Rio em 2016, a holandesa Sharon van Rouwendaal chegou em sexto nos Emirados e fechou a temporada na terceira colocação. A gaúcha Viviane Jungblut finalizou na 14º posição (2h02m26s7).

Entre os homens, o vencedor da oitava e última etapa do Circuito foi o alemão Florian Wellbrock, com o tempo de 1h53m00s9. O italiano Gregorio Paltrinieri levou a prata (1h53m01s4) e o húngaro Kristof Rasovszky completou o pódio (1h53m01s7).

Três brasileiros participaram da prova: Diogo Villarinho (21º, 1h53m40s2), Fernando Ponte (35º, 1h54m31s7) e Allan do Carmo (45° 1h55m24s9).

Fonte: FINA


A Seleção Brasileira de vôlei feminino enfrentou o Japão pela segunda fase do Campeonato Mundial e conseguiu vencer por 3 sets a 2, com parciais de 23/25, 16/25, 28/26, 25/21 e 15/11.

Mesmo com a vitória, porém,a equipe está eliminada da competição, pois precisava vencer sem perder um set sequer para se classificar.

 O Brasil fez a pior campanha em mundiais desde 2002. De lá para cá, a equipe havia terminado entre as quatro primeiras em todas as oportunidades, conseguindo duas medalhas de prata e uma de  bronze.

Esse é o segundo resultado negativo seguido da Seleção, que já havia ficado fora dos quatro primeiros colocados nas Olimpíadas de 2016.

.

Fonte: CBV


 

Nesta quarta-feira, a seleção feminina tem um de seus maiores desafios na competição. Em Nagóia, à 1h25 (horário de Brasília), a equipe encara a Holanda, um dos times ainda invictos no Japão. A vitória deixaria as brasileiras mais perto de uma vaga na terceira fase.

Em sete jogos no Mundial, a Holanda venceu todos. O Brasil, por outro lado, já soma duas derrotas. Os dois times ainda brigam por um lugar na terceira fase – a Sérvia, também invicta, é a única do grupo E já classificada.

No treino desta terça-feira, Zé Roberto buscou preparar o time para o estilo de jogo das rivais. Fernanda Garay, poupada contra as mexicanas por uma contração muscular, treinou normalmente. Drussyla, muito bem na última partida, pode voltar a ganhar espaço. Assim como Roberta, titular contra a Alemanha e em quadra durante a maior parte da vitória contra o México.

Fonte: FIV

 

Foto: Divulgação/FIVB


O Brasil entrou em quadra, na madrugada desta segunda-feira, pela segunda rodada da segunda fase do Mundial de vôlei feminino para enfrentar o México.  E, depois de um começo bastante complicado, de virada, conseguiu derrotar a equipe adversária por 3 sets a 1, com parciais de 23/25, 25/23, 25/13 e 25/19.

Com folga nesta terça-feira, as seleções voltam à quadra na quarta-feira. Em busca da classificação para a terceira fase, o Brasil encara a Holanda, à 1h25 (horário de Brasília).


Buscando o seu primeiro título do Campeonato Mundial de vôlei feminino, a Seleção Brasileira estreou com o pé direito na madrugada deste sábado.

A equipe de José Roberto Guimarães superou Porto Rico por 3 sets a 0, com parciais de 27/25, 25/12 e 25/7, em Hamamatsu, Japão.

Com o resultado, as meninas do Brasil somam três pontos e ficam no topo da tabela do grupo D. O próximo compromisso será contra a República Dominicana, no domingo, às 1h40 (de Brasília), do domingo.

Fonte: FIVB