Prefeitura de Valença entrega novos equipamentos odontológicos nas Unidades de Saúde da Família

A quarta-feira (26/09), iniciou-se com a entrega de novos equipamentos que ajudarão no atendimento à saúde pública municipal.

Os equipamentos fazem parte de emendas parlamentares e a chegada deles demonstra o compromisso da gestão com a saúde no município.

Foram entregues os seguintes equipamentos:

Para o USF do Tento,
01 Seladora, 01 Prof.

Para o posto da Villa, 01 Autoclave e 01 Seladora.

Para o USF da Bolívia II,
01 Autoclave e 01 Prof.

Para o USF do Novo Horizonte, 1 autoclave e 1 Prof.

Para o UFS do Jambeiro, 01 cadeira odontológica, 01 compressor, 01 Foto, 01 Ar-condicionado, 01 Amalgamador e um armário.

Para o USF da Baixa Alegre, 01 compressor e 01 Seladora.

Para o UFS do Jacaré, 01 Prof, e 01 armário.

E para o posto da Feira, 02 Ar-condicionado e 01 armário.

Estiveram presentes na entrega o prefeito Ricardo Moura, o coordenador de saúde bucal Luciano Moura, a secretária de Saúde, Jeanine Fonseca, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Michairo Vieira, a secretária de Juventude, Jéssica Brandão, assim como a equipe de Saúde.

O prefeito Ricardo Moura falou da importância dos investimentos na saúde pública e reforçou o compromisso de mais investimentos visando o melhor atendimento aos munícipes. “Estou feliz por poder entregar esses equipamentos que vão atender à população. Penso que uma boa gestão é aquela que cuida dos que mais precisam e volto a firmar o compromisso de continuar cuidando da saúde pública do nosso município,” destacou o prefeito.

A secretária Jeanine Fonseca agradeceu a gestão pelo empenho em cuidar da saúde pública do município. “É uma grande satisfação poder estar junto com a gestão, entregando esses equipamentos para melhor atender a população. Nunca na história do município foram feitos tantos investimentos na área da saúde e é uma grande realização pessoal poder proporcionar um atendimento odontológico de qualidade para a população,” disse a secretária.

Fonte: Ascom – Prefeitura Municipal de Valença
Fotos: Valdemir Lima


O mundo do vôlei está de luto. Na manhã desta segunda-feira, foi confirmada a morte do brasileiro Vinícius Noronha da Silva, que jogava no Club Voleibol Teruel, da Espanha.

Aos 26 anos, Vinícius, que jogava na equipe desde 2015, estava relacionado para viajar para a cidade de Alcañiz, onde o Teruel disputará o seu próximo jogo. Como ele não se apresentou junto com os demais jogadores, membros do clube foram até sua casa, onde o encontraram morto.

Na última temporada, ele foi eleito o melhor jogador na posição de líbero da liga espanhola e, ainda segundo Ranera, havia passado recentemente por testes de esforço e nada de relevante havia sido diagnosticado.

Segundo a EFE, a autópsia do corpo do brasileiro será realizada nesta terça-feira e que a delegação do Governo em Aragão já está em contato com o Consulado do Brasil para tratar os trâmites burocráticos.

Vinícius renovou recentemente o seu contrato com o clube. Anteriormente, ele já atuou também no Super Vôlei Santo.


 

Continua o impasse entre os atletas da Seleção de Santo Antônio de Jesus, em relação a greve motivada pela falta de pagamento.  Os atletas seguem parados no aguardo da solução do problema. Em conversa deste site com o repórter Chiquito do Globo fest, ele revelou que até a manhã desta sexta – feira, ainda não tinha sido resolvida a situação.

Na manhã desta quinta-feira (13), a equipe do Portal Infosaj/TV Recôncavo, conversou com os jogadores que confirmaram a situação dos salários atrasados.

“O nosso apelo é pelo que é nosso. Estamos aqui porque acreditamos em um projeto que foi passado para os jogadores. Queremos receber o nosso salário, voltar à normalidade, trabalhar e conquistar os nossos objetivos que é chegar à final do campeonato. Não sabemos onde está essa forma de pagamento. Uns falam que está na mão do prefeito. Outros dizem que está com a liga. E já outro fala que está na mão do secretário. Estamos a ver navio. Não sabemos em que mão está esse dinheiro”, disse um dos jogadores a nossa reportagem.

Fonte: INFOSAJ.


 

 

A figura do árbitro de futebol surgiu lá pelo século XIX (19, pra quem, como eu demora pra ler um número romano). As regras de futebol foram criadas para distinguir o rúgbi e o futebol. E não eram como hoje. Serviam apenas para dizer como o esporte deveria ser jogado.

Os primeiros árbitros formavam uma comissão que ficava em um palanque. Só davam opinião se houvesse alguma reclamação das equipes. E reclamações naquela época, aconteciam de forma bem “moderada”. Resultado: muitas vezes comissão e palanque acabavam no chão.
Árbitros de Futebol
Pra evitar essa bagunça toda, apareceu o jogador “reclamador” que deveria usar um boné, pra que todos soubessem que ele era o único que poderia reclamar com a comissão. Daí, surgiu o capitão do time, já que boné em inglês, significa “cap”.

Só em 1881 surgiu o árbitro. Mas ele – coitado – não tinha regras para seguir. Essas regras só surgiram em 1890. Os primeiros juízes vestiam-se com calças vincadas, jaquetas bem cortadas, cabelo bem cortado e penteado. Mas o cenário era mais ou menos o mesmo de hoje. Eles corriam por campos cheios de lama e como não tinham o apito, parava o jogo no grito mesmo.

Só em 1891 que surge o “bandeirinha” para auxiliar o árbitro central.

Em 1986, o árbitro começa a ter autonomia para punir, se em sua opinião, o jogador merecesse. E graças ao ex-árbitro inglês Ken Aston surgiram os cartões amarelos e vermelhos, usados pela primeira vez na Copa do México em 1970. Ele foi presidente da comissão de árbitros da FIFA durante quatro anos e inovou em muitas coisas, quando o assunto era arbitragem de futebol. Implantou o uso das bandeirinhas pelos árbitros assistentes e criou o “posto” de quarto árbitro nas partidas de futebol.

Hoje, comemoramos o dia do árbitro de futebol e árbitros assistentes e nada melhor do que parabenizar esses “profissionais” do futebol.


DIEGO, ARMADOR DEFENSIVO DA SELEÇÃO DE VALENÇA.

Processo 058/18

Seleção de Ituberá em 12 de agosto de 2018. Válido pelo Campeonato Intermunicipal 2018.

Denunciado: Diego Lopes de Jesus. Atleta Amador da liga de Valença.  Incurso no artigo 254-A &1º 1 DO CBJD.

Relator: José Fernando Silva Santos Procurador: Yan Meirelles de Meireles.

Ausente a parte mesmo regulamente citado.

DECISÃO: Acordam os Juízes desta Egrégia 3″ Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva, por UNANIMIDADE em julgar procedente a denúncia para condenar DIEGO LOPES DE JESUS, Atleta Amador da Liga de Valença, por ser primário, e infrator do Art. 254-A, g 1º, I c/c 182 do CBJD, mas, devido à gravidade da agressão, a pena de suspensão por 10 (dez) partidas, reduzindo pela metade fixando em 05 (cinco) partidas compensando-lhe a automática, por agredir seu adversário com um soco no rosto, fora da disputa de bola durante a partida acima mencionada.

Salvador- BA, 04 de setembro de 2018.

Roberto Almeida de Araújo; secretário do TJDF /BA

Em contato com o site Entrando na área, o treinador Paulinho informou que a liga entrará com uma solicitação de efeito suspensivo, para que o atleta possa participar da próxima partida contra a Seleção de Santo Antônio de Jesus, domingo (09).


Justiça suíça decidiu revogar o efeito suspensivo super provisório concedido, em maio deste ano, e Guerrero terá que cumprir o resto da pena.

Por ter esgotado o último recurso, o peruano não tem mais caminho jurídico para tentar modificar a decisão.

O atacante foi condenado pelo TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) a cumprir 14 meses de suspensão por doping causado por um metabólito da cocaína, em outubro do ano passado, em um jogo das eliminatórias.

Em dezembro, Guerrero conseguiu a redução da pena junto à Fifa para seis meses – o que permitiu ao peruano voltar a vestir a camisa do Flamengo em maio deste ano e liberaria o jogador para disputar o Mundial da Rússia.

O atacante disputou a Copa do Mundo da Rússia pela seleção peruana, mas caiu na fase de grupos. Deixou a sua marca na vitória por 2 a 0 sobre a Austrália. Em julho, voltou ao Flamengo para aparecer em mais quatro compromissos pelo Brasileirão.

Em agosto, o atacante assinou contrato por três temporadas com o Internacional, mas não chegou a atuar com a camisa do Colorado.

Fonte: GE.