Cultura da Bicicleta I

Carro X Bike…

Estava observando os contrastes. Enquanto aqui no quintal o pessoal pedala, temos bicicleta, camisas, chaveiros, livros e vários itens que rementem a cultura da bicicleta o contraste com os inúmeros programas televisivos sobre carroS e veículos automotivos tem alcance a muito maior e estão nos lares de centenas de milhares de ouvintes…

Realmente a célebre frase: “o brasileiro é apaixonado por carro” é comum, mas não incontestável, pois me questiono sobre essa predileção ao veículo automotivo? Porque não poderíamos ser o país dos apaixonados por bicicletas, por exemplo, ou ainda como e porque surgiu essa possível paixão por um tipo de transporte e não outro?

Não é atoa que o título do texto contém o numeral romano I: para entender esse fenômeno serão necessárias mais publicações e talvez tenhamos o Cultura da Bicicleta I, II, III, IV e outros. Vou partir do pressuposto de que a bicicleta é mais saudável para a saúde do corpo, do planeta e do bolso se comparado ao veículo motorizado para entender porque valorizamos mais um em detrimento do outro, mesmo que um seja melhor em vários sentidos!

Assim como eu, você já se perguntou porque o carro se tornou prioridade em políticas públicas e o desejo em ter um carro superou a prioridade na saúde e qualidade de vida?

Pois é, estou sempre refletindo sobre o tema e tenho a hipótese de que tudo foi pensado, priorizando os veículos automotores no transporte público, em incentivos ficais para indústrias e o comércio deste segmento. Mas e as bike, porque não avançaram? Porque outros países mantiveram a prioridade nas bicicletas diferentes de nós?

Hoje vamos focar os programas televisivos e descobrir que enquanto os programas de automóveis e motos se multiplicam na aberta e fechada, as bikes são apreciadas apenas no youtube ou em dois programas do canal off: Vida de Biker ou o Brasil de Bike. A primeira descreve o cotidiano de trabalho de Henrique Avancini e o segundo mostra bike parques e várias pistas do Brasil, principalmente de Dowhill, testadas por duas campeãs brasileiras da categoria.

Vale a pena conferir, e se tiver outras indicações escreva pra gente!!

Tarcísio Botelho é ciclista karniça e Bike Anjo

https://www.facebook.com/bikeanjovalenca/


Comente