É gol que felicidade…

 

…O meu time é a alegria da cidade, Maria Alcina, Jorge Bem e muita gente boa entoava esta canção em outras épocas. Seria esta música um clássico da musica popular brasileira? Tenho dúvida. Algo que me nego a afirmar.

Ipiranga e Valença, um clássico do futebol valenciano. Afirmo e reafirmo plenamente.

Fazer o gol é ir para o “Céu”. Levar o gol é um “Inferno”. Quando se trata de um clássico, ou melhor, um Derby do futebol valenciano, a situação se complica ainda mais, para quem leva o gol e  perde o jogo, vira um verdadeiro inferno astral.

Hoje (18), no Estádio Antônio Sereia, 16h00min, um confronto que os desportistas esperam há muito tempo. As equipes mais antigas do nosso futebol. Digo mais, duas das equipes mais velhas do futebol brasileiro. Exagerei? Não. Ambas foram criadas no início do século vinte.

Uma reflexão: O Tricolor da Matriz e o Canarinho da Vila Operária ainda são as agremiações que possuem mais torcedores? Ainda são apelos para o torcedor ir ao estádio? O mundo é uma bola. Gira, e a mudança é a única coisa permanente. Muda a toda hora. Assim também é futebol.

Valença e Ipiranga uma tradição e rivalidade histórica marcada por grandes duelos. As duas equipes são detentoras de maior quantidade de títulos. Os mais velhos não esquecem  as resenhas que marcavam esta grande rivalidade sadia, às vezes alguém perdia a linha.

 O Ipiranga vem de um triunfo sobre o Palmeiras e o Tricolor da Matriz foi goleado pelo Bolívia.  Como diz o poeta Carlos Drummond de Andrade, “futebol é assim, um dia a gente ganha, no outro a gente perde”.  Nunca é demais lembrar aos apaixonados pelo ”esporte bretão”, que se trata apenas de uma partida de futebol. A vida é muito maior.

Neste domingo, as duas equipes entram em campo em situações bem diferentes, o mais querido da Vila precisa provar ao seu torcedor que o seu triunfo na estreia não foi obra do acaso, e que tem time para brigar pelo título.  Vencer o seu maior rival lhe dá moral e mantem acesa a luta pelo título. O Tricolor da Matriz precisa dá a volta por cima e se livrar do inferno astral provocada pela estreia desastrosa do campeonato.  Vencer, vencer e vencer é o mantra. Perder significará continuar no inferno. O seu torcedor espera a provação na pratica de que ainda é o eterno campeão!

Por estas e por outras razões, são motivos suficientes para justificar a presença dos torcedores no Estádio Antônio Sereia. Esta é a minha opinião, segue o jogo…


Comente