Jon Jones é retirado do card do UFC 200 por causa de violação de exame antidoping

20160707010055967260o

Uma notícia bombástica agitou os bastidores do MMA na madrugada desta quinta-feira. O badalado UFC 200, neste sábado, em Las Vegas, perdeu um dos protagonistas. Jon Jones, que tentaria unificar o cinturão dos meio-pesados diante do campeão linear, Daniel Cormier, na luta principal, foi retirado do card por causa de uma potencial violação de exame antidoping realizado pela USADA no dia 16 de junho passado.

Com a saída de Jon Jones, o UFC 200 terá na luta principal o duelo entre os pesos pesados Brock Lesnar, que retorna ao octógono depois de quatro anos e meio, e o neozelandês Mark Hunt. Eles se enfrentariam no segundo duelo mais importante da programação, que acabou ficando com um confronto a menos depois da retirada de ‘Bones’.

O duelo feminino pelo cinturão peso galo, entre a campeã Miesha Tate e a brasileira Amanda Nunes, a desafiante, passou para o coevento principal do UFC 200. Antes, José Aldo vai encarar Frankie Edgar em revanche, valendo otítulo interino dos penas.


Comente