POR QUE É TÃO DIFÍCIL FAZER ESPORTE EM NOSSO PAÍS?

FOTO 1

Na sexta-feira (28), próxima passada fui surpreendido com uma postagem no Facebook.  Professora Gilcélia Barbosa, com muita tristeza em um tom de desabafo, dizia-se decepcionada e por conta disto, estava jogando a toalha: encerrava-se um ciclo de um projeto de inclusão voltado para crianças e adolescente tendo a ginástica rítmica como ferramenta pedagógica. Motivo: falta de apoio, principalmente do poder público municipal.

Uma pergunta que não quer calar: por que será que é tão difícil fazer esporte em nosso país. Por que será que é tão difícil fazer em esporte em nosso município?

O trabalho da professora Gilcélia Barbosa agregava cerca de 150 crianças e adolescentes. Uma verdadeira inclusão social. Um projeto que colocou nossa cidade na pauta da ginástica brasileira. Muitos aplausos e discursos. Apenas isto. Ao apagar os holofotes e desligarem os microfones, a professora Gil se voltava para sua dura realidade. Ela cansou de ralar, desistiu. Uma pena!

Cadê o legado da Tocha Olímpica?

Copa do Mundo, Pan Americano e Olimpíadas. Gastou-se muito com estruturas esportivas e atletas ranqueados. E os outros? Os outros, nada.

Os rapazes e moças de lá levaram tudo.  “Como dizia o saudoso Chico Anísio: Brasil é uma sigla, que tem o seguinte significado”. “Bravos rapazes silenciosamente irão levando”. É isto mesmo, levaram as medalhas.  Enquanto isto, muitos dos nossos jovens mergulham no mundo das drogas.

Quais os culpados?

Um governo burocrático que dificulta o acesso  as verbas para o esporte, um empresário que só investe em atletas de ponta, ou agremiação esportivas desorganizadas e atletas sem nenhum senso de profissionalismo?  Apontar culpados é algo que me nego a fazê-lo. Entretanto, creio que cada de um de nós deve fazer uma reflexão para encontrar o seu próprio caminho.

Por estas e por outras razões, peço a professora Gil que esta sua desistência seja apenas um hiato. Uma pausa para reflexão! Nosso esporte precisa de sua competência e amor pela causa. Você faz parte do capital social acumulado do nosso município e este é o verdadeiro capital que faz  a sociedade se desenvolver. Esta é a minha opinião, segue o jogo…

 


Comente