QUANTO MAIS VELHO, MELHOR!

Quem nunca ouviu a frase: “sou como o vinho, quanto mais velho, melhor”! Esta frase faz parte de uma lenda que diz respeito aos vinhos.

Entretanto, na vida de nós humanos utiliza-se como uma maneira de reconhecer o valor daquelas pessoas que exercem alguma atividade durante muito tempo.

A propósito, recorro a esta máxima para trazer á luz do mundo do futebol, uma personagem do difícil mundo da arbitragem. Refiro-me a Antônio Carlos Bomfim, conhecido popularmente como “Carlinhos Qualquer Preço”.- apelido herdado do seu pai- portanto, nenhuma coincidência com o seu papel  como árbitro.

Tive a oportunidade de acompanha-lo em diversas oportunidades, seja em clubes, na Liga Valenciana ou em campeonato intermunicipal. Sempre irretocável. Sempre soprou a latinha com muita desenvoltura, bem pertinho dos lances e interpretando com muita sabedoria os lances de fato e de direto.

Por estas e por outras razões, reafirmando tudo que eu escrevi acima, o velho Carlinhos deu um show de arbitragem na final do Alto do São Roque. Uma partida muito truncada ele conseguiu chegar bem pertinho da perfeição. Aquela velha história que se repete: Quanto mais velho melhor. Esta é a minha opinião, segue o jogo Caro Leitor…


Comente