RONALDINHO EM PRISÃO DOMICILIAR CUMPRE CONFINAMENTO COM MAIS RIGOR.

Após passar 32 dias preso na Agrupación Especializada de la Polícia Nacional, no Paraguai, Ronaldinho está, desde a última terça-feira, cumprindo prisão domiciliar em um luxuoso hotel em Assunção. Entretanto, segundo o jornal paraguaio ABC, o confinamento do pentacampeão aumentou em relação ao presídio.

Isto ocorre porque o Hotel Palmaroga, que está com número reduzido de funcionários e só está recebendo quatro hóspedes, que são justamente o ex-jogador, seu irmão, um advogado e um assistente, está impondo restrições devido a pandemia do coronavírus.

Todos foram recomendados a ficarem ao máximo em suas suítes e se utilizarem a academia, a piscina ou outras comodidades, devem informar os funcionários para que haja a higienização. Além disso, por ordem judicial, um policial fica 24 horas na porta dos quartos dos irmãos, que não podem receber visitas devido a recomendação do governo de evitar aglomerações.

Ronaldinho e Assis foram detidos no dia 6 de abril, após serem flagrados portando identidades falsas. Ambos viajaram ao Paraguai para participação em eventos promovidos pela empresária Dalia López, que ainda é uma fugitiva da justiça.


Comente